Queres Entrar No Meu Negócio?

Eu hoje ia escrever sobre a moção de censura ao governo, apresentada pelo CDS, mas depois percebi que aquilo foi estúpido e eu só falo de temas sérios, tipo xixi e ganzas.

Portanto em vez de falar do esquema parvo da Cristas vou falar de outro tipo de esquema parvo. Os em pirâmide.

Não saber o que é um esquema em pirâmide é uma das principais razões pela qual estes acabam por ter sucesso, por isso comecemos por aí.

Um esquema em pirâmide é, muito basicamente, um modelo de negócio cujo o objetivo é recrutar membros sob a promessa de que quantos mais membros recrutares, mais lucros terás. É tipo a igreja, mas em vez de ires para o céu como recompensa, ficas rico.

Ou seja…

Num negócio, chamemos-lhe ‘normal’, o lucro provém dos produtos ou serviços vendidos diretamente ao consumidor. Mas, num esquema em pirâmide, a principal fonte de rendimento para quem está no topo da pirâmide são as vendas que faz aos ‘empresários’ que estão abaixo dele na pirâmide, portanto, quanto mais pessoas forem recrutadas, mais dinheiro existe a fluir para o topo da pirâmide.

Ora, este tipo de negócio vive, maioritariamente, de angariar cada vez mais colaboradores, colaboradores esses que muitas vezes têm de pagar um valor inicial para se juntarem, seja para adquirir uma espécie de kit de iniciante, livros sobre como ser um bom empresário ou vendedor, palestras, entre outras bugigangas que servem para pouco mais que pisa papéis.

Este valor inicial, no entanto, chega atingir a ordem dos milhares de euros, mas em casos mais realistas rondará as poucas centenas. Poder-se-á alegar que em qualquer negócio tem de haver um investimento inicial. É justo, mas quem vos manda vir para aqui com argumentos válidos e até moderadamente razoáveis? Ai o caraças… Continuando.

Suponhamos que eu começo uma empresa destas e recruto 6 pessoas. Cada uma delas recruta mais 6. E essas mais 6. Não é possível repetir este processo mais dez vezes, pois chegamos a uma quantidade de pessoas que é quase o dobro da população mundial.

E é aqui que a coisa começa a ficar feia…

Como todos os recursos que existem na terra, o número de pessoas que nela existem é finito, por isso, logicamente, irá chegar uma altura em que não será possível recrutar mais pessoas, tornando o sistema insustentável, a não ser que alguém comece aí a parir putos tipo G3.

Este fenómeno faz com que os tubarões do topo manipulem e pressionem cada vez mais os peixinhos do fundo da pirâmide para gastarem dinheiro em produtos, palestras, convenções, livros, áudios, e mil e uma outras coisas, sob promessa de que isso os ajudará a chegar onde os tubarões chegaram, levando a que, muitas vezes, o fundo da pirâmide se endivide na esperança de algum dia ver algum lucro, mas grande parte das vezes não é isso que acontece.

E tu pensas, “Mas eu até sou bom vendedor, provavelmente consigo vender estes produtos e angariar pessoas para fazer bom dinheiro”, e talvez até consigas, mas sabendo que isso poderia ser às custas de poupanças de uma vida de pessoas ingénuas, será que vale a pena? Não haverá negócios mais legítimos onde investir o nosso tempo e dinheiro, tipo, vender droga ou ser chulo?

Não disse nomes de empresas, propositadamente, isto não é uma cruzada ou vendetta contra uma empresa, mas sim uma chamada de atenção para um sistema que destrói vidas. E não é assim tão difícil pensar em algumas empresas bem conhecidas por todos nós que têm sistemas muito parecidos com este.

Esta fantuchada foi muito séria, não foi?
Pichota mole a secar na varanda, peido de fanfa, estriquelicar uma canhota, jato de feze.

Já desceu o nível?

Boa boa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: